Excesso de peso com a Fitoterapia Chinesa

Por Päivi Linna, Licenciada em Medicina Chinesa, Fitoki Technician

OUÇA o áudio com a introdução do artigo

Neste link irá encontrar o áudio onde Päivi Linna faz-nos uma introdução geral sobre o excesso de peso, antes de entrar totalmente na parte mais relacionada com a MTC. Não o perca!

O áudio está em espanhol

O que queremos perder, peso ou gordura?

Sempre ouvimos que as pessoas querem perder peso, ninguém fala nunca sobre perder gordura. É preciso lembrar que na verdade não estamos interessados na perda de peso, mas na verdade em perder gordura. Uma composição corporal não saudável consiste no excesso de gordura no corpo em comparação com a massa muscular magra, especialmente se for a gordura abdominal.

¿peso o gordura?

A gordura ocupa mais espaço do que o músculo.

O peso não importa, por exemplo, duas pessoas podem ter o mesmo peso e o mesmo índice de massa corporal (IMC), mas um é obeso e o outro é atleta. Então é hora de esquecer a escala e o Índice de Massa Corporal (IMC) e concentrarmos-mos na perda de gordura e no Índice de Volume Corporal (IVC).

Índice de Volume Corporal

O Índice de Volume Corporal (IVC) é mais importante do que o Índice de Massa Corporal (IMC).

MTC e o excesso de peso

A MTC não tem uma varinha mágica para se perder peso e não há nenhum ponto de acupuntura, auricular ou planta do pé que derreta os quilos extras. Mesmo assim, o tratamento com a MTC pode ter êxito. Por quê?

A MTC estuda o estado energético de cada pessoa e os desequilíbrios, assim como educa o paciente. A MTC tenta consertar os danos interiores que provocamos ao comer mal por um longo período. Assim corrigimos o funcionamento do metabolismo para voltar a funcionar de uma forma otimizada. Quando os órgãos internos funcionam em ordem é mais fácil fazer alterações emocionais, ter mais força de vontade ao fazer alterações alimentares saudáveis e finalmente começar a cuidar da saúde e melhorar o comportamento que se tem com a alimentação.

Do ponto de vista da MTC, todas as dietas restritivas:

  • Elas geram uma insuficiência de Qi/Xué
  • Elas desequilibram o corpo
  • Carregam o Fígado e o Rim
  • o Algumas, como a dieta hiperproteica, podem gerar grande quantidade de humidade e/ou catarro, sobretudo no caso de abuso de produtos lácteos.

gordura

Qual é a relação da gordura com a Humidade e o Catarro?

A MTC chama à obesidade “fei pang”, onde a palavra “fei” refere-se à gordura. O tecido adiposo normal chama-se “Rou” e combinado com o músculo são chamados de “ji rou”. Esta aparência arredondada, “ji rou” é o resultado da construção e da nutrição fornecida pelo Baço a partir da melhor essência dos alimentos e bebidas que chegam ao Estômago. De acordo com a MTC a gordura (fei) não é nada mais do que uma acumulação patológica do Catarro e da Humidade turva.

A humidade em MTC refere-se aos líquidos que não foram transformados e estagnaram. O encarregado de mover esses fluidos é o Qi do Baço e, portanto, qualquer coisa que obstrua as funções do Qi do Baço são diminuídas e pode resultar em acumulação de humidade. O catarro não é nada mais que a humidade congelada. A humidade pode ser congelada pelo Frio, Calor ou apenas porque tenha sido acumulada e endurecida por um longo período de tempo. Portanto: “O Baço é a raiz da geração do catarro”. Clinicamente, podemos dizer que há um elemento de disfunção do Baço em todos os casos de sobrepeso e obesidade.

A deficiência de Qi do Baço pode acontecer por não fazer exercício suficiente, por pensar demais (preocupações), fadiga, envelhecimento, doenças crônicas, pelo uso indevido de medicamentos, não comer e beber regularmente, muito doce e açúcar ou comida com gordura ou crua, comer muita comida industrial e pré-fabricada. O Qi do Baço é inibido por um peptógeno, como a Humidade. Essa humidade pode ser interna ou externa ou pode vir por comer demais ou comer alimentos difíceis de digerir. Estes dois podem gerar retenção de alimentos que danificam o Baço.

catarro

O Rim é outro órgão importante depois do Baço, nos casos de excesso de peso. O Rim afeta diretamente a quantidade de líquidos turvos no corpo. O Baço e os Rins têm uma relação de interdependência de um para o outro através do céu anterior e posterior e por causa do Yang do Baço que tem a sua raiz no Rim. Uma deficiência do Yang do Baço também gerará uma deficiência no Rim. Em geral, os três órgãos que têm mais a ver com os fluidos corporais são: o Baço, o Pulmão e o Rim. Devido ao fato de que cada um deles está localizado numa parte diferente do Triplo Reaquecido, considera-se que o Triplo Reaquecido governa a passagem da água no organismo.

O Fígado é importante na criação da humidade turva e do catarro. É o responsável por manter a livre circulação de Qi. Se ele falha e para, os líquidos não se movem e portanto, começam a estagnar-se na forma de humidade que, com o tempo, transformam-se em catarro. O fígado também tem uma relação muito próxima com o Baço e o Estômago e é por isso que se diz: “Uma doença no fígado é uma doença do Baço”, “Se o Fígado está doente, é o Baço”. A humidade e o catarro também podem criar mais estagnação de QI do fígado. As duas principais causas de estagnação de Qi do fígado são: raiva e desejos não realizados.

Se o Qi do Baço falha, o Estômago pode falhar na descida do turvo que então se acumula no estômago. A esta situação é chamada de retenção/estagnação de alimentos. Esta estagnação dos alimentos pode causar ainda mais danos ao Baço e a insuficiência vai piorar ainda mais. O estômago também é responsável pela criação de humidade/catarro e pela criação de tecido adiposo excessivo. Quando há plenitude no Estômago há muita fome e o Baço pode ainda estar deficitário. Quando há calor, não é nada mais do que extra de Qi e uma hiperfunção do órgão.

As síndromas mais comuns e a fitoterapia chinesa

O foco da medicina chinesa é sempre individual e esse princípio também não muda no caso de excesso de peso. Portanto, embora saibamos que o catarro e a humidade são os principais “males”, devemos tratar o paciente de acordo com os padrões pessoais decorrentes e sem esquecer que, além de eliminar o catarro/humidade deve-se tonificar o centro e facilitar a livre circulação de Qi e do Sangue e tratar o Shen da pessoa.

Na tabela abaixo podemos ver as síndromas mais comuns do excesso de peso. É importante lembrar que as síndromas tendem a misturar-se entre elas e que não existem mais síndromas que o paciente possa apresentar.

Neste link encontrará as SÍNDROMAS MAIS COMUNS NO EXCESSO DE PESO E AS FÓRMULAS DA FITOTERAPIA CHINESA

Como funciona a alimentação energética?

Natureza dos alimentos

A natureza dos alimentos e o modo de os cozinhar.

A alimentação energética (AE), ou melhor dito, a alimentação energética é a poderosa ferramenta da MTC que cria a nossa medicina diária com base na filosofia do Yin-Yang e dos 5 elementos. A AE trata dos desequilíbrios internos com a escolha certa dos alimentos e a forma de cozinhar ou preparar os mesmos. Na AE, toma-se em consideração:

  • a natureza dos alimentos
  • o sabor dos alimentos
  • a cor dos alimentos
  • o tipo de energia que cria
  • o tropismo orgânico que tem
  • a nossa estrutura corporal
  • o nosso status energético atual
  • a nossa personalidade

A AE normalmente não conta as calorias e define estritamente a quantidade de carboidratos, proteína ou gordura que se deve comer, como se faz no Ocidente. No entanto, tem as suas regras:

Proporções ideais de alimentos

Proporções ideais de alimentos no final do dia por Jorge Pérez-Calvo. (Nutrição energética para a saúde do fígado e da vesícula biliar, Edaf, 2013.)

Trata-se de um tipo de alimentação que procura o bem-estar, a saúde e o contrapeso interno. É um modo de vida. Se seguirmos as regras deles, podemos ter a certeza de que o excesso de peso será a última coisa que nos vai preocupar. Não é uma dieta restritiva, pode-se comer praticamente de tudo, desde que se cuide as proporções de alimentos extremos (mais Yin ou Yang) e reduza-se ou eliminem-se os alimentos industriais, enchidos, produtos de pastelaria industrial, pão branco, lacticínios, açúcar branco e consumo de álcool.

Vejamos alguns exemplos para ver como a AE:

o SALADAS

Muitas pessoas que estão a dieta comem muitas saladas. De um ponto de vista energético, as saladas não são a melhor opção para perder gordura, especialmente se somos uma pessoa com muita deficiência de Qi e Humidade. Alimentos como a alface, o tomate, a folha verde, são de natureza fresca-fria. Uma pessoa com deficiência de Qi do Baço ou em casos mais avançados, deficiência de Yang, de Baço, não tem a energia e calor suficiente para transformar a salada em nutrientes. O resultado é o inchaço do abdómen, possível dor de estômago e geração de humidade. O que estas pessoas necessitam é de algo morno e quente que não requeira muita energia na parte da digestão e que lhe dê calor interno necessário para transformar os alimentos em nutrientes e dar-nos uma energia de qualidade, em vez de resíduos. Se queremos comer saladas, temos de aprender a fazer uma salada mais “morna” com a ajuda de ervas, especiarias, sementes e alimentos cozidos ou preparados de forma a neutralizar a natureza fresca-fria.

o SUMOS E BATIDOS VERDES

Agora está na moda tomar muitos batidos e sumos verdes, mas com os sumos verde acontece um pouco do mesmo com as saladas. Eles são muito frios, energeticamente falando e apesar da limpeza do organismo reduzem muito a energia e originam que as pessoas com deficiência de Qi do Baço ou do Baço Yang tenham mais deficiência. É especialmente importante não os tomar ao pequeno-almoço, melhor pelo lanche.

Abastecimento de energia

o QUEIJO E LACTICÍNIOS

Quem pode dizer não a um bom queijo, especialmente se acompanhado por um bom vinho? Os queijos não são bons, infelizmente, porque eles geram muita humidade no interior e a uma pessoa com sobrepeso não lhe vai bem para nada. Devemos reduzir o uso dos produtos à base de leite de vaca ao mínimo e se pudermos, eliminá-los totalmente da nossa dieta, porque criam mucosidades no pulmão e na garganta, humidade/catarro no sistema digestivo e “sujam” o organismo. Se tiver de tomar qualquer produto lácteo, melhor de leite de ovelha ou cabra e melhor ao lanche ou ao almoço, mas nunca à noite ou às primeiras horas da manhã.

o MENUS ONDE A CARNE VERMELHA, ÁLCOOL E GORDURAS SÃO ABUNDANTES

Pessoas com um Calor interno ou Calor no estômago, não se vão sentir nada bem ao comer um bife grelhado com muita cerveja, batata frita etc. Com estes produtos apenas aumenta o Calor interno e cria regurgitações, azia, inchaço e o que é pior, aumenta a vontade de comer. A essas pessoas com Calor interno, recomendamos tomar sumos verdes e saladas para esfriar a sua condição e fazer a limpeza dos resíduos que se acumularam ao não comer bem. Por outro lado, eliminar/reduzir os alimentos mais Yang, bem como a culinária mais Yang: grelhados e no forno.

Na verdade o melhor “remédio” para tratar o excesso de peso é sentir-se esclarecido e se possível, evitá-lo. Pois, mais além da MTC e da fitoterapia chinesa, a única receita que funciona a 100% é manter *uma dieta equilibrada, combinada com atividade física regular. Todo o resto é secundário.