Dismenorreia com medicina tradicional chinesa. Estudos de investigação.

Em colaboração com o ISMET e o Instituto Meridiens e apoiado pela Universidade de East London, o objectivo é apresentar pela primeira vez, um estudo qualitativo de investigação da dismenorreia com medicina tradicional chinesa que comprove os resultados do seu tratamento com fitoterapia chinesa.

O sector das terapias naturais têm sido sempre criticados pela sua falta de empirismo e pela escassa apresentação de estudos científicos. Atendendo o crescente interesse da sociedade nas terapias naturais, devemos ser capazes de demonstrar e comprovar os resultados da fitoterapia chinesa.

Por esta razão, A FITOKI colabora com diferentes entidades para fomentar a realização de estudos de investigação que comprovem os resultados já obtidos pela fitoterapia chinesa durante milhares de anos.

Estudo sobre o tratamento da dismenorreia com fitoterapia chinesa

Dismenorreia com medicina tradicional chinesa O estudo está coordenado por Cindy Méndez Pendavis, Licenciada em MTC pela Universidade de Gales e Ismet e com ampla experiência em ginecologia em MTC. O estudo intitulado de “Estudo naturalístico da efectividade da farmacopeia chinesa para o tratamento da dismenorreia primaria” orientado a avaliar a eficácia de diferentes fórmulas chinesas para o tratamento da dor menstrual.

Os participantes receberam tratamento com fórmulas tradicionais chinesas durante três períodos menstruais e foram seguidos de forma personalizada, por base a causa da dor segundo a medicina tradicional Chinesa.

RESUMO

A dismenorreia é uma condição comum sofrida entre o 52% e 90% das mulheres e pode ser suficientemente importante como, para causar ausências no trabalho em 2% das mulheres. A dismenorreia primária (PS) significa dor severa com patologias pélvicas não identificáveis que podem ocasionar menstruações dolorosas.

A evidência da eficácia admite o uso de agentes farmacológicos como os AINE ou o uso de anticonceptivos orais para aliviar a dor menstrual. No entanto, apesar desta ampla faixa de tratamentos, o alívio da dor pode ser inadequado para algumas mulheres ou os efeitos secundários podem não ser bem tolerados e dado que os tratamentos convencionais para a dismenorreia primária tem uma percentagem de falha de 20% a 25%, a medicina tradicional chinesa (MTC) pode ser uma boa alternativa.

Metodología

Levou-se a cabo um estudo prospectivo, naturalístico, não controlado, no que 10 participantes receberam tratamento durante três períodos menstruais, com uma fórmula a base de ervas chinesas, Xiao Yao Wan. Os participantes foram seguidos durante quatro ciclos menstruais. O primeiro foi sem tratamento e considerou-se como uma linha de base. Utilizaram-se diversos questionários modificados para a avaliação da dor menstrual, para a coleta de dados em diferentes fases do estudo: um questionário retrospectivo ao início do estudo, um questionário diário durante 4 períodos menstruais, a ser completado nos dias da menstruação e uma questionário final.

Resultados e Conclusões

Este estudo avalia a eficácia do tratamento da dor menstrual com Xiao Yao Wan com uma mostra de 10 mulheres. Para a avaliação da evolução da dor menstrual, dor premenstrual, o número de dias com dor, o número de dias de uso da analgesia e o número de dias de abandono das actividades devido à dor, o programa utilizou-se o SPSS para aplicar o Student-test, para amostras relacionadas. Além disso, uma vez que o número da amostra de estudo é pequeno, com o fim de confirmar os resultados também se utilizou a prova de Wilcoxon, o qual não faz nenhuma suposição quanto à distribuição normal da frequência das variáveis.

A análise dos dados do estudo mostram melhoria em todas as características menstruais, alguns dos quais são estatisticamente significativos e outros não.
A análise dos resultados parciais confirmam a hipótese trabalhada, mostrando que Xiao Yao Wan é significativamente eficaz (p ≤ 0,05), para o tratamento da dor menstrual e reduz o número máximo de dias com dor e o número de dias de uso de analgésicos na dismenorreia primária.

Os resultados do estudo parecem mostrar a eficácia do tratamento de desconforto menstrual e pré-menstrual na PD com a fórmula modificada Xiao Yao Wan, especialmente quando o sintoma predominante é estagnação de Qi do sangue, a falta de Qi / Xue e / ou estase Xue. O estudo parece mostrar estes como os síndromes de MTC principais que causam dismenorreia. Também parece ter relação entre as características do sangramento menstrual e intensidade e duração de ambas as dores menstruais e pré-menstruais.

DESCARGA DO ESTUDO: 
Dismenorreia com medicina tradicional chinesa. Estudo sobre o tratamento da dismenorreia com fitoterapia chinesa

Um estudo qualitativo realizado a partir de uma comunidade de indivíduos.